19/02/2010

Fifa reprova Morumbi e pede mais investimentos.

Jerome Valcke afirma que seria lamentável que a maior cidade do país deixe de receber grandes jogos.
A Fifa alertou mais uma vez o comitê paulista em relação ao estádio do Morumbi e suas pretensões de realizar a abertura da Copa do Mundo. Jerome Valcke, secretário-geral da entidade, afirmou ontem que seria “lamentável” que a maior cidade do país não seja o palco de grandes jogos. "Do jeito que está não podemos permitir que haja mais que uma partida de oitavas de final", disse o secretário-geral. A informação é do Estado de São Paulo.
Para Valcke, é preciso mais investimentos para que o estádio possa receber a partida da abertura. "Ou há um compromisso de pôr dinheiro em um projeto ou a maior cidade do Brasil não terá jogos grandes", declarou. "Se é privado ou público, não cabe à Fifa decidir".
As declarações do secretário-geral da Fifa são contrárias às conclusões dos representantes paulistas após a viagem a Zurique na semana passada. Após apresentação das modificações no projeto do estádio, o São Paulo afirmava que o Morumbi estava apto a receber até uma semifinal do Mundial.
Jerome Valcke afirmou que a decisão final sairá no máximo até o começo de 2012. “A decisão sobre onde será a abertura terá de ser tomada em conjunto por todos", concluiu. Segundo Adalberto Batista, diretor de marketing do clube, o São Paulo FC continuará preparando o Morumbi para os grandes jogos da Copa: “A decisão será política, mas seguimos avançando no projeto e, se conseguirmos realizar todas as mudanças previstas, pelo menos já estaremos habilitados a uma partida dessa importância", garantiu.