13/07/2010

90% dos paranaenses querem a Copa e solução Arena Copel é investimento 'mais barato' para o poder público.

Se a quase unânimidade da sociedade paranaense deseja que Curitiba seja uma das cidades-sede do mundial de 2014, é inadmissível perdemos a indicação que já obtivemos com louvor junto a FIFA.
As responsabilidades diretas da Prefeitura Municipal e do Governo Estadual, num montante próximo a meio bilhão de reais, estão assegurados em despesas orçamentárias já definidas, especialmente para viabilizar melhorias urbanas. Resta então, o custo para adequação da Arena da Baixada, para obdecer o caderno de encargos estipulado pela entidade presidida por Joseph Blatter. Feito este preâmbulo vamos à solução Arena Copel.
1. A cidade-sede da copa, precisa de um estádio para abrigar os jogos;
2. Em Curitiba a primeira possibilidade desse estádio é Arena da Baixada, inclusive já detentora da indicação da FIFA, necessitando para sua adequação às exigências para o mundial, reformas que ao poder público custariam R$ 40 milhões do naming rigths (previsão do contrato Arena Copel), e mais o aporte levantado através da venda de títulos do potencial construtivo (segundo a lei de zoneamento ofertada pela Prefeitura);
3. Noutra possibilidade, seria necessário a construção de um estádio público, cujo custo não seria inferior a R$ 450 milhões;
4. Logo, se o estado do Paraná e a cidade de Curitiba não podem perder a Copa 2014, entre outras coisas, porque isso significaria perder milhões e milhões em investimentos na infraestrutura e nos negócios. Sendo assim, numa das alternativas mencionadas teria que ‘gastar dinheiro público’ para viabilização da praça de esportes necessária ao evento;
5. Se na parceria para utilização da Arena da Baixada o gasto seria de R$ 40 milhões (investimento direto da publicidade no naming rigths), e na construção de um estádio público o gasto seria na ordem de R$ 450 milhões, em qual das alternativas o custo do investimento seria mais barato? É evidente que seria no gasto de R$ 40 milhões com a publicidade no naming rigths da Arena Copel. Curitiba e o Paraná tem que aproveitar a visibilidade proporcionada pelo maior evento cultural e desportivo do mundo. Temos competência para sermos, conforme o preconizado pelo Prefeito Luciano Ducci e o Governador Orlando Pessuti, a melhor sede do país, na Copa 2014. Nosso estádio, o Estádio da Copa, a Arena da Baixada, quiçá, Arena Copel, sem dúvidas vai contribuir em muito para o sucesso do mundial no Brasil.